Politica

Mais de 20 deputados concorrem às eleições autárquicas

Partidos apostam na popularidade dos seus deputados. Há, pelo menos, 22 que vão candidatar-se à presidência de uma câmara.


Ainda não são conhecidos todos os nomes para as autárquicas, mas já se sabe que mais de 20 deputados querem trocar o lugar na Assembleia da República pela presidência de uma câmara. Tiago Barbosa Ribeiro, do PS, foi o último a anunciar que vai entrar na corrida, mas quase todos os partidos recrutaram alguns dos seus candidatos nos grupos parlamentares.

Há, pelo menos, dez deputados do PS que estão disponíveis para trocar o cargo para que foram eleitos em 2019 por uma câmara. Tiago Barbosa Ribeiro é um dos nomes mais conhecidos e anunciou esta semana que vai candidatar-se à câmara do Porto. É uma missão difícil vencer a Rui Moreira, mas os socialistas acreditam no sucesso de algumas destas candidaturas.

Fernando Paulo Ferreira vai concorrer à autarquia de Vila Franca de Xira para “dar continuidade ao projeto socialista”.

Fernando José é a aposta para “roubar” a câmara de Setúbal aos comunistas com a saída de Maria das Dores Meira. “É uma das câmaras que podemos conquistar”, diz ao i um socialista. As eleições para a câmara de Setúbal envolvem mais dois deputados. Ana Catarina Mendes, líder parlamentar, concorre à Assembleia Municipal.

O PSD aposta em Fernando Negrão, vice-presidente da Assembleia da República, que entra na corrida pela segunda vez, depois de ter ficado em segundo lugar com cerca de 25% em 2005.

Ricardo Batista Leite, vice-presidente do grupo parlamentar, que ganhou visibilidade durante a pandemia, também tem a difícil tarefa de enfrentar Basílio Horta, em Sintra.

Fernando Ruas, que volta a candidatar-se à câmara de Viseu, Duarte Pacheco, em Torres Vedras, Eduardo Teixeira, em Viana do Castelo ou Alexandre Poço, em Oeiras, são outros nomes que o partido foi buscar ao Parlamento para entrar na corrida autárquica.

Os bloquistas apostam em Beatriz Gomes Dias, eleita nas últimas legislativas para a câmara de Lisboa, depois de ter entrado em rutura com Ricardo Robles. João Vasconcelos volta a candidatar-se à câmara de Portimão e Nelson Peralta lidera a lista dos bloquistas para a autarquia de Aveiro. Luís Monteiro também anunciou a candidatura autárquica à Câmara de Gaia, mas desistiu depois de ter sido acusado pela ex-namorada de violência doméstica.

António Gameiro, deputado do PS, também desistiu da candidatura à câmara de Ourém por ser um dos suspeitos na “Operação Triângulo”. Monteiro e Gameiro continuam a ocupar o cargo de deputados.

O CDS tem, até agora, apenas um dos cinco deputados envolvidos na corrida autárquica. João Almeida, que se candidatou à liderança no último congresso, quer conquistar a câmara de São João da Madeira aos socialistas e conta com o apoio do PSD. “Tive sempre vontade de aprofundar essa ligação”, disse, em entrevista ao Nascer do SOL.

O PCP também tem apenas um deputado como candidato à câmara. Diana Ferreira é a candidata da CDU em Vila Nova de Gaia.