Vida

Príncipe Carlos é "imensamente sensível" e não consegue lidar com as críticas de Harry à família

Carlos tem dificuldades em lidar com as críticas do filho.


O príncipe Carlos é “imensamente sensível”, o que faz com que não consiga lidar com as críticas do filho mais novo, o príncipe Harry, à família real.

De acordo com Stewart Pearce, que foi professor de voz e discurso em público da princesa Diana e de outros nomes muito conhecidos como Margaret Thatcher, o príncipe de Gales é um “homem muito muito tímido” e para ele é difícil lidar com as tensões entre o filho e a família.
 
“O príncipe Carlos é um homem muito, muito tímido, um homem muito sensível e delicado (...) vemos a sua personalidade em público, mas em privado ele é imensamente sensível”, disse Pearce, que é também autor do livro ‘Diana, The Voice of Change’, em declarações à revista US Weekly.

Segundo Pearce, ser sensível e “lidar com emoções muito fortes e inflamáveis” ​​vindas de fora “pode fazer com que as pessoas tenham uma reação de luta ou fuga”. Como exemplo, o autor referiu-se ao momento em que Diana acusou Carlos de ter um caso com Camila, a sua atual mulher. “O que ele fez foi afastar-se e, como resultado, tornou-se indiferente. Bem, isso não resolve o desafio que está a ocorrer”, considerou.

Para Pearce, Carlos “esconde-se” se não consegue lidar com os problemas.
 
Já Harry pode estar a tentar curar esse problema ao falar sobre as coisas que o afetam, de forma a fazer alguma mudança positiva na família.
 
Recorde-se que o príncipe Harry fez, recentemente, uma série de acusações à família real, inclusive ao pai. Lilibet, a filha mais nova de Harry, que nasceu este mês, terá ajudado a que Carlos e o filho mais novo retomassem o contacto regular.