Internacional

Condutor causa um morto e vários feridos ao atropelar participantes na marcha LGBTQIA+

As autoridades norte-americanas estão a averiguar se o condutor deliberou o atropelamento premeditadamente. 


Um condutor de uma carrinha atropelou várias pessoas que estavam a desfilar numa marcha de “orgulho LGBTQIA+”, em Wilton Manors, perto de Fort Lauderdale, nos Estados Unidos, resultando em pelo menos um morto e ferindo várias outras pessoas.

As autoridades detiveram o condutor, estando ainda a analisar se o atropelamento se se tratou de uma agressão deliberada.  

O autarca de Fort Lauderdale, Dean Trantalis, informou que a carrinha tinha como objetivo a viatura onde se encontrava um membro da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, a democrata Debbie Wasserman Schultz.

“Tratou-se de um ataque terrorista contra a comunidade LGBT", apontou Trantalis. "Não foi um acidente. Foi deliberado, premeditado, que tinha como alvo uma pessoa em particular. Felizmente, falharam essa pessoa, mas infelizmente atingiram outras duas", indicou.