Sociedade

Padrasto viola e abusa sexualmente das enteadas de 15 e 9 anos no Seixal

Homem aproveitava-se da relação de confiança, de proximidade e de dependência familiar.


A Polícia Judiciária (PJ) deteve, no fim de semana, um homem, de 42 anos, suspeito dos crimes de violação e de abuso sexual de crianças agravados, no concelho do Seixal. As vítimas são as enteadas, de 15 e 9 anos.

A PJ revela, em comunicado, esta terça-feira, que a investigação efetuada permitiu apurar que o presumível autor, “aproveitando-se da relação de confiança, de proximidade e de dependência familiar que mantinha com as vítimas, abusou sexualmente da mais nova das suas enteadas e, na madrugada do passado domingo, forçou/coagiu a mais velha a diversas práticas sexuais, violando-a”.

Segundo a autoridade, o homem é suspeito “de um número ainda não concretamente apurado” de crimes de violação e de abuso sexual de crianças.

O detido foi presente a primeiro interrogatório judicial, na sequência do qual lhe foi aplicada a medida de coação de prisão preventiva.