Sociedade

Homem detido por sequestrar, violar e roubar prostitutas em Setúbal, Lisboa e Sintra

O agressor de 38 anos é reincidente em crimes desta natureza, pelo qual já esteve durante 10 anos na prisão sob pena efetiva. 


A Diretoria da Polícia Judiciária (PJ) de Lisboa e Vale do Tejo deteve um homem de 38 anos por fortes indícios de crimes de sequestro, violação, roubo e coação de forma agravada de diversas vítimas.

Segundo um comunicado da PJ, emitido esta quarta-feira, entre meados de agosto de 2020 até ao dia 11 de junho deste ano, o agressor contactava as vítimas, que trabalhavam na prostituição em Setúbal, Lisboa e Sintra, e dirigia-se para as suas residências “como se fosse um normal cliente”.

Quando chegava ao local, o homem “manietava-as, violava-as e roubava-as”, de forma extremamente violenta, ao deixá-las num “temor exacerbado”, explica a PJ.

Devido ao grau de violência e às ameaças que o mesmo fazia às vítimas, muitas não apresentaram de imediato queixa, o que para a PJ poderá significar que “haverá mais crimes que não foram denunciados”.

O agressor de 38 anos é reincidente em crimes desta natureza, pelo qual já esteve durante 10 anos na prisão sob pena efetiva. Saiu em liberdade condicional no dia 13 de agosto de 2020.

O detido vai ser presente, esta quarta-feira, a primeiro interrogatório judicial, no qual saberá a aplicação de medidas de coação tidas por adequadas.