Sociedade

Português que quase atropelou casal e bebé em Espanha foi violentamente agredido após pedir desculpa

Homem tentou pedir desculpa pelo sucedido, mas acabou por ser agredido. 


Um português, de 54 anos, foi agredido depois de quase atropelar um casal e o filho bebé numa passadeira em Picassent, Espanha.

As imagens partilhadas pela Guardia Civil e captadas por uma câmara de videovigilância mostram que o condutor português, ao mudar de direção à esquerda, não respeitou a prioridade dos peões e acabou por atravessar o veículo à frente do casal, que seguia com um carrinho de bebé. Ao aperceber-se do sucedido e da gravidade da situação, o condutor saiu do carro e pediu desculpa.

Contudo, o pai da criança acabou por agredir o português com um murro, fazendo-o cair no chão e batendo com a cabeça de forma violenta.

Vários populares acabaram por aproximar-se do local e ajudar o condutor, que se encontrava inconsciente.

O agressor acabou também por ajudar a colocar a vítima em posição de segurança, de lado, ao aperceber-se da consequência do seu ato, mas, quando as autoridades foram chamadas abandonou o local antes da sua chegada.

O português, que ficou gravemente ferido, foi encaminhado para o Centro de Saúde local e depois para o Hospital de Valência. Após receber alta, apresentou queixa.

O agressor, de 32 anos, acabou por ser identificado pelas autoridades e está agora acusado dos crimes de lesão corporal e de danos em veículo, por ter pontapeado a viatura.