Etiqueta

Fundamentos da Cortesia, Etiqueta & Protocolo

O conceito de etiqueta, do francês étiquette, surge associada aos hábitos e costumes da corte francesa, mais precisamente na corte de Luís XIV.


por Vasco Ribeiro

Cortesia

 

Cortesia, etiqueta e protocolo são conceitos que já atravessam gerações e gerações. O conceito de cortesia deriva da palavra court, que significa corte e estava relacionada com o conjunto de qualidades e hábitos sobre o modo de viver da aristocracia. A cortesia vem das cortes medievais, do tempo em que os comportamentos na corte eram o exemplo e a escola para as classes que estavam próximas e que não acediam a isso.

 

Etiqueta

O conceito de etiqueta, do francês étiquette, surge associada aos hábitos e costumes da corte francesa, mais precisamente na corte de Luís XIV. Originalmente eram entregues etiquetas de pequenas dimensões, a quem frequentava a corte, em que estavam inscritas as normas a serem cumpridas pelas pessoas, relativas aos sítios onde deviam estar para assistirem aos vários eventos do rei.

Considerados conceitos homónimos, historicamente a cortesia e a etiqueta têm raízes e contextos cronológicos diferentes e de outros contornos. Por exemplo, nos tempos da Idade Média, os homens eram cavalheiros e eram provenientes das cortes da cavalaria.

 

Protocolo

A origem e evolução histórica do conceito de protocolo remonta há muitos séculos. Tudo começou no Egito, Grécia, Roma, China, Europa e, inclusive, na era da Revolução Industrial, onde começava a ser respeitada e cumprida uma hierarquia.

No Egito, eram vários os rituais e protocolos, nomeadamente presentes em datas especiais, como o nascimento, a morte, guerras, coroações, passando ainda pela época do plantio e da colheita, que faziam todas parte da vida dos faraós e da corte.

Da mesma forma, os gregos e romanos vincaram e deixaram os seus próprios costumes, hábitos como forma de legados, que eram regidos por normas protocolares que vigoravam à época, com forma de convivência entre ambos da melhor maneira possível.

Já o protocolo é bem diferente da cortesia e etiqueta. O protocolo designa um rígido conjunto de regras aplicadas nas relações diplomáticas em diversos atos. O protocolo é um poderoso instrumento que regula e prioriza as hierarquias ocupadas.

Oscar Wilde, o expoente da literatura inglesa, dizia que «estar dentro da alta sociedade é apenas um aborrecimento, mas estar fora dela é uma verdadeira tragédia».

Torna-se fundamental perceber a origem e evolução histórica, cultural e social da cortesia, etiqueta e protocolo que, desde sempre, ocuparam um lugar privilegiado na sociedade.