Desporto

UEFA: "É muito fácil apontar o dedo" à final da Liga dos Campeões como razão para aumento de casos em Portugal

O organismo considerou "impossível saber a que se deve" a evolução da covid-19 no território nacional. 


A UEFA disse, esta quinta-feira, que “é muito fácil apontar o dedo” e julgar que o aumento de casos em Portugal se deve à entrada de turistas britânicos para assistir à final da Liga dos Campeões, no Porto, considerando que é “impossível saber a que se deve”.

"Na mesma semana, Portugal começou a abrir [as fronteiras] para turistas britânicos. É muito fácil apontar o dedo à final, mas, pelo meu conhecimento, todos os fãs que viajaram desde o Reino Unido fizeram teste PCR e só entraram no estádio com isso. Não sei quantos casos estão diretamente relacionados, pois muita coisa aconteceu ao mesmo tempo e é impossível saber a que se deve", disse o diretor médico do Euro2020 na conferência de imprensa sobre as medidas de mitigação da pandemia de covid-19 instauradas no evento.

Durante esta semana, Portugal tem estado sob olhar crítico, uma vez que o país está com uma evolução oposta à de vários países europeus, verificando-se um aumento exponencial de casos, devido à prevalência da variante Delta essencialmente em Lisboa e Vale do Tejo.