Sociedade

Ministério Público abriu inquérito à manifestação do Movimento Zero

Ação estava apenas autorizada junto ao Parlamento, mas os manifestantes acabaram por desfilar pelas principais ruas de Lisboa durante duas horas e meia, obrigando ao corte do trânsito em hora de ponta.


O Ministério Público (MP) confirmou, esta quinta-feira, a abertura de um inquérito à manifestação realizada na segunda-feira, em Lisboa, por elementos da PSP e da GNR pertencentes ao Movimento Zero.

"Confirma-se a instauração de um inquérito relacionado com factos ocorridos na manifestação" do Movimento Zero, adiantou a Procuradoria-Geral da República, citada pela agência Lusa.

O inquérito encontra-se em investigação no Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa, informou ainda.

Recorde-se que já na segunda-feira, dia da manifestação, a PSP anunciou que iria apresentar uma participação junto do Ministério Público, pois a ação estava apenas autorizada junto ao Parlamento, mas os manifestantes acabaram por desfilar pelas principais ruas de Lisboa durante duas horas e meia, obrigando ao corte do trânsito em hora de ponta.

Também a Inspeção-Geral da Administração Interna anunciou que abriu um processo administrativo ao protesto, tendo pedido informações à PSP.