Sociedade

Processo que envolve Joe Berardo tem mais 10 arguidos

Processo sobre crimes de administração danosa, burla qualificada, fraude fiscal qualificada e branqueamento de capitais tem 11 arguidos.


Além de Joe Berardo, há mais 10 arguidos no processo que levou à sua detenção.

Segundo fonte ligada ao processo, citada pela agência Lusa, este conta com 11 arguidos - seis são empresas e cinco individuais. Dos cinco arguidos individuais apenas dois, Berardo e o seu advogado, André Luíz Gomes, estão detidos. Segundo o Observador também o filho do empresário, Renato Berardo, é arguido no processo.

Recorde-se que Joe Berardo foi ontem detido pela Polícia Judiciária, por suspeita de burla qualificada, fraude fiscal e branqueamento de capitais. Também o seu advogado André Luiz Gomes – managing partner da Luiz Gomes & Associados e que está com o empresário madeirense há 30 anos – foi detido para serem ouvidos esta quarta-feira pelo juiz de instrução criminal Carlos Alexandre. 

De acordo com um comunicado da Procuradoria-Geral da República, em causa estará a forma como Berardo conseguiu obter financiamento de três bancos, além do esquema que terá montado para escapar ao pagamento dos credores, que “causou um prejuízo de quase mil milhões de euros à CGD, ao Novo Banco e ao BCP”. 

Além dos mandados de detenção, foram realizadas cerca de meia centena de buscas, sendo 20 domiciliárias, 25 não domiciliárias, três a estabelecimentos bancários e uma a escritório de advogado.

Os comentários estão desactivados.