Sociedade

Advogado de Berardo ouvido durante oito horas

André Luiz Gomes foi o primeiro a ser ouvido.


O processo que conduziu à detenção de Joe Berardo por suspeita da prática de crimes de burla qualificada, fraude fiscal qualificada, branqueamento de capitais, falsidade informática, falsificação, abuso de confiança e descaminho ou destruição de objetos colocados sob o poder público conta com 11 arguidos. Um deles, é André Luiz Gomes, advogado do empresário.

De acordo com o Público, André Luiz Gomes “foi o primeiro a ser ouvido esta quinta-feira pelo juiz Carlos Alexandre, no Tribunal Central de Instrução Criminal (TCIC), depois de ter sido detido na terça-feira”. A seu lado, Berardo só terá começado a ser ouvido pelas 18h30.

Segundo o Observador, entre os restantes arguidos, encontram-se Renato, Cláudia, Jorge
e Carolina Berardo - respetivamente, filhos, irmão e mulher do empresário madeirense - que são suspeitos de terem ajudado o empresário a dissipar o património, nomeadamente a Coleção Berardo, para que não fosse alvo de execução por parte da CGD, BCP e Novo Banco. No tribunal, Berardo sentiu-se mal e teve de ser assistido pelo INEM.