Vida

Amigos próximos dizem que é "praticamente impossível" William voltar a confiar em Harry

"Deram o espetáculo, fizeram o que tinham que fazer para garantir que o dia corresse sem problemas e disseram adeus", disse uma fonte sobre o reencontro dos irmãos em Londres, para homenagear Diana. 


A família e os amigos próximos de William e Harry estão divididos quanto ao futuro do relacionamento entre os dois irmãos. Apesar de se terem reunido para homenagear a mãe, a princesa Diana, aqueles que são próximos dos príncipes não acreditam que William consiga voltar a confiar no duque de Sussex.

Recorde-se que, no dia 1 de julho, Harry e William inauguraram uma estátua, da autoria do artista Ian Rank-Broadley, nos jardins do Palácio de Kensington, em Londres, para homenagear a mãe, que faria 60 anos. Contudo, a esperança de que Harry podia passar alguns dias no Reino Unido para reerguer as relações com a família rapidamente esmoreceu, uma vez que, imediatamente no dia seguinte à cerimónia, Harry rumou aos Estado Unidos, onde vive com Meghan Markle e os filhos, Archie e Lilibet.

“Apesar de o William e o Harry se terem reunido esta semana para comemorar o legado da mãe, o Harry está muito afastado”, disse uma fonte próxima da família ao Mirror. “Eles deram o espetáculo, fizeram o que tinham que fazer para garantir que o dia corresse sem problemas e disseram adeus”, acrescentou.

"Não foi mais nada, não havia nada para discutir. As coisas ainda estão muito frescas para o William e outros membros da família (…), então é melhor deixar as coisas como estão por enquanto”, disse ainda.

Segundo o jornal britânico, Harry e William, que já foram inseparáveis, falaram apenas algumas vezes por mensagens de texto antes de Harry regressar ao Reino Unido. A última vez que os irmãos tinham estado juntos foi no funeral do avô, já com a nuvem negra da polémica entrevista a Oprah Winfrey a pairar sobre a família real.

“Por um lado, há a família de Diana, assim como membros da família real, que se agarrarão a qualquer migalha de esperança de que os dois irmãos vão reparar o seu relacionamento e, por outro lado, alguns definitivamente sentem que os danos estão feitos e que é quase impossível para Harry ser novamente confiável”, disse outra fonte.

Nas imagens captadas na cerimónia desta quinta-feira, os príncipes pareciam tranquilos na companhia um do outro, mas a imprensa destaca que Harry mostrava uma expressão muito mais radiante do que o irmão.