Politica

Rui Rio pede remodelação de Governo "desorientado"

Para líder do PSD Cabrita não teria condições para continuar no cargo.


O presidente do PSD, Rui Rio, afirmou ontem ser notório o “desgaste” e a “desorientação” do Governo de António Costa. Assim, explicou que se torna clara a necessidade de uma remodelação. “Neste momento é notório o desgaste e a desorientação do Governo”, observou Rui Rio, no Porto, em declarações à margem do Ciclo de Conferências da Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE) “PME XXI – Qual o Futuro?”.

Ainda que, em primeira instância, tenha recusado comentar quais seriam os ministros a dispensar, Rio acrescentou que, se fosse primeiro-ministro, Cabrita não teria condições para continuar no cargo. “Se fosse eu primeiro-ministro, naquilo que é o modelo que eu entendo, na forma como eu entendo que o Governo de Portugal deve funcionar, não. Mas não sou eu o primeiro-ministro, é António Costa que vai determinar”, disse.

“A equipa está manifestamente a jogar mal, está desorientada, está desgastada, está cansada, está com dificuldades de relacionamento é evidente, se assim é tem de ter uma reação”, afirmou. Questionado sobre se este desgaste poderia favorecer o PSD, Rio admitiu que sim, mas sublinhou que para o país seria “altamente desfavorável”.