Vinagrete

A aposta errada no turismo

Não era óbvio que se contrariávamos a Europa toda, abrindo-nos completamente a quem não estava muito bem, as coisas iriam correr pior para todos? Mesmo numa visão empresarial mais egoísta e inconsciente? Não será preciso ter a casa arrumada para os outros acreditarem nela?


por Pedro d'Anunciação

Se Portugal depende tanto do turismo, porquê uma aposta tão errada no sector. Só para deixar satisfeitos alguns empresários mais egoístas e inconscientes (porque a Imprensa, embora andando à procura de puras divergências, tem mostrado alguns empresários de restaurantes e hotéis mais compreensivos com as medidas sanitárias).

Foi preciso falar a Sra. Merkel para entrarmos numa de maior realismo?

Não era óbvio que se contrariávamos a Europa toda, abrindo-nos completamente a quem não estava muito bem, as coisas iriam correr pior para todos? Mesmo numa visão empresarial mais egoísta e inconsciente? Não será preciso ter a casa arrumada para os outros acreditarem nela?

Porquê aceitar gente rejeitada por todo o resto da Europa, e ainda por cima de nações que nem os seus dirigentes queriam? Claro que sendo os números do Covid agora tão maus em Portugal, é natural que os outros desconfiem do País.

Um bom exemplo de tudo isto: o Algarve, que me parece vítima de ambições descontroladas de alguns empresários e da inércia das autoridades. Importante: não basta querer, é preciso fazer.