Economia

Certificado digital deve permitir funcionamento sem restrições de restaurantes, diz AHRESP

Documento deve ainda permitir a reabertura de discotecas.


A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) pediu que o certificado digital devia permitir o funcionamento sem restrições aos restaurantes. Além disso, a associação defende ainda que as discotecas possam reabrir com a utilização deste documento.

“Com o avanço do processo de vacinação em Portugal e a facilitação das deslocações permitidas pelos certificados digitais, através dos quais se pode controlar a realização e respetivos resultados de testagem, o nível de vacinação ou, também, a recuperação por Covid-19, é hoje mais simples e seguro evitar a propagação por Covid-19”, começa por justificar a associação em comunicado.

E acrescenta que considera que “as empresas de restauração, similares e do alojamento turístico devem poder utilizar esta ferramenta para funcionar em pleno, sem restrições de horários, ou para reabrir negócios atualmente fechados, como a animação noturna”.

Recorde-se que, desde a passada sexta-feira, 45 concelhos portugueses voltaram a contar com limitação de circulação na via pública. Além disso, a Área Metropolitana de Lisboa, está proibida a entrada e saída entre as 15h de sexta-feira e as 6h de segunda-feira. Já os restaurantes têm de fechar portas às 15h30 aos fins de semana.

No caso das discotecas, este é o único setor que está encerrado deste o início da pandemia sem perspetivas de reabertura.