Sociedade

Homem que matou outro em Sesimbra cometeu crime porque vítima fazia "muito barulho"

Crime ocorreu numa agência de seguros. 


O homem, de 40 anos, suspeito de matar outro no concelho de Sesimbra, na passada segunda-feira, foi detido pela Polícia Judiciária (PJ).

Os factos ocorreram ao início da tarde do passado dia 5 de julho, no interior de uma agência de seguros.

Segundo revela a PJ, em comunicado, esta quinta-feira, o suspeito encontrou a vítima nessa agência de seguros "e, aparentemente por motivos completamente fúteis, que teriam a ver com o facto de essa mesma vítima fazer muito barulho", desferiu-lhe diversos golpes de arma branca que acabaram por lhe provocar a morte e tentou colocar-se em fuga de seguida.

Na segunda-feira, quando o caso foi noticiado, era sabido que depois do sucedido, o agressor tinha espetado a faca no próprio peito.

De acordo com a autoridade, "o detido esteve sob vigilância policial numa unidade hospitalar de Lisboa onde foi submetido a uma intervenção cirúrgica a um ferimento autoinfligido, aparentemente por acidente e no decurso do cometimento do crime; tendo sido detido no momento em que teve alta médica".

Presente a primeiro interrogatório judicial, o homem ficou em prisão preventiva.