Economia

Incerteza mantém-se em relação à abertura da animação noturna

A associação tem vindo a defender a reabertura de bares e discotecas com a utilização do Certificado Digital de Vacinação e dos testes à covid-19.


A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) apelou ao Governo para que possa dar uma orientação aos empresários dos estabelecimentos de animação noturna, como bares e discotecas.

A associação tem vindo a defender a reabertura de bares e discotecas com a utilização do Certificado Digital de Vacinação e dos testes à covid-19, considerando que estes são “mecanismos que permitem manter as atividades económicas com maior liberdade de funcionamento, sem com isso se comprometer o combate à pandemia”, defende em comunicado.

A entidade lamenta ainda a incerteza e a falta de perspetivas para a retoma destas atividades, alertando que os empresários do setor “se preparam para enfrentar a perda de mais uma época alta”.

Recorde-se que este é o único setor que está encerrado desde o início da pandemia sem perspetivas de reabertura.

Note-se que a partir das 19 horas de hoje, passa a ser exigida a apresentação de Certificado Digital ou teste negativo à covid-19 no acesso a restaurantes aos fins de semana e feriados, nos municípios de risco elevado e muito elevado, sendo-lhes assim permitido funcionar até às 22h30 horas.

Também o acesso a estabelecimentos turísticos e de alojamento local requer a apresentação de um destes dois comprovativos, mas a medida estende-se a todo o território nacional e a todos os dias da semana.