Vida

Bill Cosby quer voltar ao stand-up comedy, mas há grandes salas de espetáculos que não o desejam receber

Após cumprir dois dos dez anos da pena de prisão a que foi condenado, o comediante está a preparar uma nova digressão. 


O comediante Bill Cosby está a planear uma digressão após ter passado dois anos na prisão por abuso e assédio sexual. Porém, parece que o seu retorno ao stand-up comedy não está a ser recebido da melhor forma.

Um dos maiores clubes de comédia de Nova Iorque, o Comedy Cellar, rejeitou o pedido de Cosby para fazer o seu espetáculo.

Segundo o TMZ, o dono do espaço, Noam Dworman, fez a questão de deixar explícito que o Comedy Cellar está interdito a Cosby, mesmo tendo cedido o espaço a espetáculos de Louis C.K e Aziz Ansari, também acusados de assédio sexual.

O representante do comediante, Andrew Wyatt, já respondeu à afirmação de Dworman, ao indicar que esta rejeição trata-se de um caso isolado, uma vez que outros clubes e promotores já mostraram interesse sobre o espetáculo de Cosby.

Note-se que, no final de junho, o Supremo Tribunal do estado norte-americano na Pensilvânia decidiu anular a condenação de 10 anos de prisão por abuso e assédio sexual do comediante, decretada em 2018. Cosby, 83 anos, foi acusado por Andrea Constand, antiga funcionária da Universidade de Temple, na qual o comediante estudou, por factos que ocorreram em 2004.