Economia

Produção automóvel volta a cair em junho

Queda de 43,6% face a 2019. Pandemia e crise dos semicondutores são principais causas.


Em junho de 2021 foram produzidos em Portugal 16.170 veículos automóveis, o que representou uma queda de 29,5% quando comparado com o mesmo mês de 2020 e uma diminuição de 43,6% face a 2019, segundo a Associação Automóvel de Portugal (ACAP).

“Para além da pandemia covid-19, que tem tido um impacto negativo na procura, as vendas de automóveis em Portugal e no mundo estão a ser atingidas pela crise dos semicondutores que está a afetar o lado da oferta, existindo, em muitos modelos em comercialização, falta de produto para colocação no mercado”, sublinha a ACAP em comunicado.

Em termos acumulados, no primeiro semestre de 2021, saíram das fábricas instaladas em Portugal 152.267 veículos, “ou seja, mais 29,8% do que nos primeiros seis meses de 2020, mas menos 17,3% do que em igual período de 2019”, acrescenta.

Para a associação, os dados de 2021 confirmam “a importância que as exportações representam para o setor automóvel, pois 98,0% dos veículos fabricados em Portugal têm como destino o mercado externo”.

De acordo com a ACAP, a Europa continua a ser o principal mercado de destino dos veículos fabricados em Portugal, com 87,3%. Alemanha (15,8%), França (14,7%), Itália (13,6%), Espanha (12,0%) e Reino Unido (7,2%) lideram o ranking das exportações.