Cultura

Oliver Stone revela segredos do homicídio de JFK

O documentário inclui ficheiros que o Governo norte-americano revelou em 2017, que deitam por terra a teoria da ‘bala mágica’.


O cineasta norte-americano Oliver Stone leva mais de metade da sua vida a tentar descobrir a verdade sobre o homicídio de John F. Kennedy, a 22 de novembro de 1963, culminando com o seu mais recente trabalho, apresentado no Festival de Cannes.

Um documentário intitulado JFK Revisited: Through the Looking Glass, onde conduz uma investigação independente sobre o homicídio de John F. Kennedy, 35.º Presidente dos Estados Unidos da América.

O documentário inclui ficheiros que o Governo norte-americano revelou em 2017, que deitam por terra a teoria da ‘bala mágica’ (segundo tiro que terá atingido JFK).

Os mesmos documentos dão conta da existência de mais atiradores para além de Lee Harvey Oswald, e coloca a CIA e o FBI não como culpáveis do crime, mas sim como manipuladores das provas.