Desporto

Pai de Harry Maguire foi uma das vítimas das invasões a Wembley e assistiu à final europeia com duas costelas partidas

O defesa central do Manchester United contou que o pai, Alan, de 56 anos, ficou com duas costelas partidas e com dificuldade em respirar após ter sido abalroado pelos adeptos.


O pai do jogador inglês Harry Maguire foi uma das pessoas que ficaram feridas após centenas de adeptos sem bilhete tentarem invadir o estádio de Wembley para assistir à final do Euro2020 entre Inglaterra e Itália, no passado domingo.

Em declarações ao jornal The Sun, o defesa central do Manchester United contou que o pai, Alan, de 56 anos, ficou com duas costelas partidas e com dificuldade em respirar após ter sido abalroado pelos adeptos.

“Não foi uma experiência agradável, mas tive sorte. Desta vez, ao contrário de todas as outras, não tinha o meu sobrinho ou um dos meus filhos aos ombros”, contou.

“Espero que as pessoas aprendam com isso. O meu pai não conseguia respirar e acabou com costelas partidas, e eu não quero que ninguém passe por este tipo de problemas quando vai a um jogo de futebol. É certo que o meu pai continuará a ir ver-me e apoiar-me nos encontros, mas agora estará muito mais consciente de tudo.”, sublinhou o jogador, de 28 anos.

A UEFA anunciou, na terça-feira, a abertura de um procedimento disciplinar contra a federação inglesa, devido aos incidentes ocorridos durante a final do campeonato europeu de futebol.