Economia

Pedro Nuno Santos anuncia "maior compra da história da CP"

Estado vai gastar 819 milhões de euros na aquisição de 117 comboios.


O ministro das Infraestruturas anunciou, na conferência de imprensa após o Conselho de Ministros esta quinta-feira, a "maior compra da história da CP".

Pedro Nuno Santos disse que a CP vai comprar 117 automotoras elétricas: 62 para serviço urbano, 34 na zona de Cascais; 16 para as restantes linhas da Área Metropolitana de Lisboa; 12 para reforço dos serviços urbanos do Porto; e 55 para o serviço regional.

O ministro revelou que o Governo vai gastar 819 milhões de euros na aquisição das composições.

O objetivo da compra é "substituir material obsoleto, dar resposta à procura presente que hoje já coloca uma grande pressão da procura", disse Pedro Nuno Santos, recordando ainda que se soma a este procedimento mais 22 comboios, cujo concurso tinha sido lançado há algum tempo, adjudicadas à empresa suíça Stadler.

"Vamos fazer a maior compra da história da CP e usar essa compra como catalisador para promovermos um novo setor em Portugal, o ferroviário", acrescentou.

O primeiro comboio deverá chegar em 2026 e a totalidade das composições estará em circulação em 2029, adiantou ainda.