Sociedade

Homem de 33 anos condenado por pornografia de menores volta a ser detido pelo mesmo crime

Presente a tribunal, foram-lhe aplicadas as medidas de coação de apresentações bissemanais e obrigação de tratamento psiquiátrico.


A Polícia Judiciária (PJ) deteve um homem, de 33 anos, no distrito de Aveiro, fortemente indiciado pela prática do crime de pornografia de menores, consubstanciado na obtenção e partilha, através da Internet, de ficheiros multimédia - vídeo e imagem - "nos quais são intervenientes crianças, algumas de tenra idade, em práticas sexuais explícitas com adultos".

Segundo revela a PJ, num comunicado emitido esta sexta-feira, a investigação surgiu no âmbito do combate internacional à pornografia infantil em articulação com autoridades estrangeiras.

O detido, sem ocupação profissional, “é reincidente”, tendo sido detido pela PJ, “em circunstâncias idênticas” em junho de 2014, e condenado a pena de prisão pela prática de crimes da mesma natureza.

“Na sequência da busca domiciliária realizada na casa do suspeito, numa das freguesias da periferia norte do concelho de Águeda, foram apreendidos, para além do telemóvel utilizado na atividade delituosa, centenas de ficheiros multimédia de pornografia de menores”, lê-se.

O detido foi presente às autoridades judiciárias competentes da Comarca de Aveiro para ser submetido a primeiro interrogatório judicial tendo-lhe sido aplicadas as medidas de coação de apresentações bissemanais e obrigação de tratamento psiquiátrico.