Sociedade

Aprovadas candidaturas para remoção de amianto em três edifícios das Bases Aéreas de Beja, Montijo e Monte Real

Governo anunciou aprovação de candidaturas.


O Ministério da Defesa anunciou, esta sexta-feira, que foram aprovadas as três candidaturas apresentadas no âmbito do Programa para Remoção de Amianto, financiado pelo Fundo de Reabilitação e Conservação Patrimonial (FRCP).

Segundo a tutela liderada por João Gomes Cravinho, num comunicado emitido esta sexta-feira, “as candidaturas foram apresentadas pela Força Aérea Portuguesa e serão apoiadas a fundo perdido, num valor total de mais de 727 mil euros”. Estas candidaturas correspondem a edifícios localizados na Base Aérea N.º 11 (BA11) em Beja, na Base Aérea N.º 6 (BA6) no Montijo e na Base Aérea N.º 5 (BA5) em Monte Real.

O Ministério da Defesa sublinha que a “medida visa apoiar as iniciativas de reabilitação e conservação do património público, através da remoção de materiais com amianto, contribuindo para a melhoria das condições de segurança e salubridade dos imóveis”.

“No universo da Defesa estão identificados todos os edifícios que contêm amianto, num inventário atualizado quadrimestralmente, e têm vindo a ser levadas a cabo diversas intervenções, no sentido de minimizar os problemas que advêm da utilização deste material”, frisa o Governo.

“A Direção Geral de Recursos da Defesa Nacional continua a apoiar as várias entidades da Defesa, nomeadamente os Ramos das Forças Armadas, na elaboração de candidaturas ao FRCP, de forma a cumprir a legislação, através da remoção do amianto dos edifícios e da sua reabilitação”, remata.