Vida

Scarlett Johansson diz que se sentiu "hipersexualizada" por Hollywood na adolescência

A ‘Viúva Negra’ dos filmes da Marvel considera que “agora o clima está diferente” e que há “tantas oportunidades maravilhosas para as mulheres”, comparando com há cerca de 20 anos.


Scarlett Johansson revelou que se sentiu “hipersexualizada” enquanto trabalhou para Hollywood na adolescência. A atriz, agora com 36 anos, tornou-se mundialmente conhecida aos 20 anos, após dar vida a ‘Charlotte’ no filme Lost in Translation.

“Quando estava a trabalhar no início dos meus 20 anos, ou até mesmo durante os últimos anos da minha adolescência, acho que fui rotulada como hipersexualizada, algo que me pareceu ser ‘ok’ para toda a gente”, contou ao jornal The Sun.

“Não fiz parte da minha própria narrativa, foi criada para mim, provavelmente por um grupo de homens da indústria”, acrescentou.

No entanto, a ‘Viúva Negra’ dos filmes da Marvel considera que “agora o clima está diferente” e que há “tantas oportunidades maravilhosas para as mulheres”, comparando com há cerca de 20 anos.

“Acho que vimos um progresso magnífico nos últimos cinco ou dez anos”, sublinhou.