Economia

Energia. Cada família gastou 1925 euros em 2020

Consumo caiu, mas despesa aumentou.


O consumo total de energia no sector doméstico foi de 4. 895.423 tep (tonelada equivalente de petróleo) em 2020, sendo que o consumo de energia nos veículos utilizados no transporte individual dos residentes no alojamento representou 45,6% do total (50,6% em 2010). O consumo global de energia por alojamento foi de 1,146 tep, incluindo o consumo nos transportes (1,501 tep em 2010), revelam os dados do INE.

De acordo com os mesmos dados, a despesa global com energia por alojamento foi de 1 925 euros, incluindo a despesa com combustíveis dos transportes (1 843 euros em 2010). E refere que a eletricidade continua a ser a principal fonte de energia consumida no alojamento (46,4%; 42,6% em 2010), seguida da biomassa que representou 18,4% do total (24,2% em 2010). O consumo de Gás natural teve um peso de 12,4% (9,0% em 2010).

A utilização de energia na cozinha continuou a ter o maior peso (34,8%; 39,1% em 2010) face aos outros tipos de utilização no alojamento.

No entanto na última década, o INE destaca várias alterações nos hábitos de consumo de energia dos Portugueses: o consumo médio de energia por alojamento diminuiu, apesar de ter aumentado a despesa média global; continua a aumentar a preponderância da eletricidade como principal fonte de energia consumida no alojamento, mas de forma menos intensa que nos períodos anteriores a 2010; a proporção do consumo de energia nos veículos no sector doméstico diminuiu face a 2010; o consumo de biomassa continuou a decrescer, mantendo-se como a segunda principal fonte de energia; o gás natural ganhou importância e foi, em 2020, a terceira principal fonte de energia no sector doméstico em termos de consumo, ultrapassando o GPL garrafa; o consumo de energia solar térmica quase triplicou, apesar de manter um peso reduzido no total; a utilização dos Sistemas Solares Térmicos aumentou no Aquecimento de águas e ogasóleo continuou a ser o principal combustível utilizado nos veículos, tendo-se reduzido o peso da gasolina.