Vinagrete

Guerra de epidemiologistas

Já se viu que se a guerra é demasiado importante para ser deixada nas mãos dos militares. Também a saúde o é, para os sanitários. Resta saber se as autoridades civis e políticas estão dispostas a sofrer as consequências de alguma impopularidade, neste caso


por Pedro d'Anunciação

Será que se justifica uma guerra de epidemiologistas, com as confusões que gera na opinião pública, num momento em que se enfrentam os horrores de uma Pandemia?

Na minha opinião não. E a não ser que tenham mesmo muita razão pelo seu lado, devem calar-se, e deixar-nos com as opiniões que valem a pena.

Só para serem originais, não vale a pena ouvi-los ou permitir que falem. Se têm a razão pelo seu lado, não pode ser apenas um, mas muitos mais.

Já se viu que se a guerra é demasiado importante para ser deixada nas mãos dos militares. Também a saúde o é, para os sanitários. Resta saber se as autoridades civis e políticas estão dispostas a sofrer as consequências de alguma impopularidade, neste caso. Se não estão, é para as autoridades sanitárias que temos de nos virar. O problema é elas falarem a várias vozes. O que em alturas normais é positivo, já não o é a enfrentar os horrores de uma Pandemia. Sobretudo, depois de ter convencido muita gente de que é natural não querer lutar, e portanto, dada a sua incapacidade, todos deveríamos ir atrás...