Sociedade

Salgado está de férias na Sardenha após ter sido dispensado de ir a tribunal devido à pandemia

Ex-banqueiro beneficiou de medida covid-19 para não ir a tribunal, mas situação de pandemia não o impediu de viajar para a Suíça e a Sardenha.


Antes de viajar, Ricardo Salgado deu conhecimento da estadia no estrangeiro ao tribunal de Lisboa, onde começou a ser julgado há três semanas por três crimes de abuso de confiança.

O antigo presidente do Banco Espírito Santo Ricardo Salgado está de férias com a família na ilha italiana da Sardenha, avança o Jornal de Notícias.

Antes de viajar, o ex-banqueiro terá dado conhecimento da estadia no estrangeiro ao tribunal de Lisboa, onde começou, há três semanas, a ser julgado por três crimes de abuso de confiança, num processo em que é acusado de ter desviado 10,7 milhões de euros do Grupo Espírito Santo, em 2011.

Sublinhe-se Ricardo Salgado pediu para ser dispensado de estar em tribunal no julgamento, evocando a medida, prevista na lei, que permite aos arguidos com mais de 70 anos não comparecer nas sessões, atendendo aos riscos associados à pandemia.

Francisco Proença de Carvalho, advogado do ex-banqueiro, explicou, ao Jornal de Notícias, sobre a deslocação de Salgado ao estrangeiro, que “conforme informação que deu ao tribunal e em todos os processos”, o seu cliente “deslocou-se à Suíça para realizar exames médicos relativos a uma situação de saúde relevante e passar uns dias com a sua família próxima que não vê há cerca de um ano (filha e netos menores) na Suíça (onde vivem) e na Sardenha”.

O representante legal sublinhou ainda que a ausência do arguido das audiências do julgamento “tem enquadramento legal, como aliás foi confirmado pelo Tribunal”.

A notícia das férias de Salgado na Sardenha tiveram um eco quase imediato e o hacker Rui Pinto foi dos primeiros a reagir, não poupando nas críticas.