Vida

Pink quer pagar multa das atletas que recusaram jogar em biquíni

“Estou muito orgulhosa da seleção feminina norueguesa de andebol de praia por protestar contra as regras sexistas”, escreveu a artista norte-americana.


A cantora Pink mostrou-se muito orgulhosa com a atitude da equipa feminina de andebol de praia da Noruega, depois de as atletas terem recusado, na semana passada, jogar de biquíni, tendo competido com calções como os homens.

O comportamento da equipa, muito comentada nas redes sociais, valeu-lhe uma multa de 1.500 euros devido ao uso de "roupas impróprias" no Campeonato Europeu de Andebol de Praia, disputado na Bulgária.

Quer a atitude das atletas quer a multa que lhes foi imposta correu o mundo e gerou muitos elogios nas redes sociais, um deles foi da artista norte-americana Pink.

“Estou muito orgulhosa da seleção feminina norueguesa de andebol de praia por protestar contra as regras sexistas relativamente aos seus equipamentos", escreveu no Twitter.

“Que bom para vocês, senhoras. Ficarei feliz por pagar as vossas multas. Continuem assim”, acrescentou Pink.