Sociedade

Portugal negoceia compra de vacinas com a Hungria, Itália e Bulgária

Lacerda Sales confirmou o processo negocial, mas não adiantou quantas ou quando está prevista a chegada das vacinas


Portugal está a negociar a compra de vacinas contra a covid-19 das farmacêuticas Janssen e AstraZeneca com a Hungria, Itália e Bulgária, confirmou, esta segunda-feira, o secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Lacerda Sales.

Em declarações durante uma visita à Maternidade Alfredo da Costa, em Lisboa, o governante confirmou o processo negocial, mas não adiantou quantas ou quando está prevista a chegada das vacinas.

No domingo, o deputado do PS Marcos Perestrello tinha avançado à CMTV que as negociações seriam para a aquisição de 600 mil vacinas e que Espanha estaria incluída entre os países com os quais Portugal estaria em diálogo.

"Não tenho conhecimento e não me parece que haja aquisições a Espanha. Há sim aquisições à Hungria, à Itália e estamos agora em processo de negociação com a Bulgária para o processo de aquisição de diferentes vacinas, quer da Janssen, quer da AstraZeneca nalgumas situações", disse, recordando que Portugal já tinha também adquirido 290 mil vacinas à Noruega.