Economia

Restrições ao funcionamento devem ser levantadas, defende AHRESP

AHRESP diz ainda que deve ser prevista a forma como poderão funcionar os estabelecimentos de animação noturna “ainda este verão”.


A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) defendeu, esta quarta-feira, que as restrições ao funcionamento dos estabelecimentos dos seus associados devem ser levantadas. O alerta surge depois da reunião do Infarmed que decorreu esta terça-feira.

“Uma das medidas referidas foi a possibilidade de ser aumentado o número de pessoas por mesa no caso da restauração”, lembra a AHRESP garantindo que “saúda as medidas desta natureza, que promovam o funcionamento responsável dos estabelecimentos”.

No entanto, a associação diz que “deverá também ser equacionado o alívio de outras restrições, nomeadamente a limitação horária, bem como se deve prever a forma como poderão funcionar os estabelecimentos de animação noturna ainda este verão”.

Em comunicado, a AHRESP avança ainda que, em paralelo com este plano, “deverá ser implementado o Plano que a AHRESP apresentou ao Primeiro-Ministro, com o apoio das Confederações Patronais, e que permita a sustentabilidade das empresas”.