Sociedade

Dados preliminares dos Censos revelam que Portugal tem menos 214 mil habitantes do que em 2011

A única década em que se notou um decréscimo populacional foi entre 1960 e 1970, aponta INE.


Já foram revelados os dados preliminares dos Censos 2021. Portugal tem atualmente 10.347.892 habitantes, menos 214.286 do que em 2011.

De acordo com as estatísticas do Instituto Nacional de Estatística (INE), a única década em que se notou um decréscimo populacional foi entre 1960 e 1970. Entre os mais de 10 milhões de pessoas no país, 5.430.098 são mulheres (52%) e 4.917.794 homens (48%).

"O decréscimo populacional registado na última década resultou do saldo natural negativo (-250 066 pessoas, dados provisórios), sendo que o saldo migratório ocorrido, apesar de positivo, não foi suficiente para inverter a quebra populacional", indica o comunicado do INE, ao assinalar que o valor da população residente em 2021 não se distancia tanto do número registado em 2001 - 10.356.117 pessoas. 

Entre 2011 e 2021, o Algarve e a Área Metropolitana de Lisboa foram as únicas regiões onde se encontrou um crescimento da população, com 3,7% e 1,7% de taxa de crescimento respetivamente. Quanto às restantes regiões de Portugal, "viram decrescer o seu efetivo populacional, com o Alentejo a observar a quebra mais expressiva com -6,9%, seguindo-se a Região Autónoma da Madeira com -6,2%", aponta o INE. 

Note-se que os dados divulgados por esta instituição esta quarta-feira "têm ainda um caráter preliminar, na medida em que são baseados em contagens resultantes do processo de recolha e divulgados antes do final de todo o processo de tratamento e validação da informação recolhida".

Os Censos 2021 decorreram entre 5 de abril e 31 de maio. Estes dados divulgados referem-se à data do momento censitário, dia 19 de abril.