Sociedade

Lisboa e Porto baixam incidência e três concelhos do Algarve continuam com risco muito elevado

Munícipios de maior risco caíram para quatro, na semana passada eram sete.


O número total de concelhos com risco mais elevado passou de sete para quatro, dos quais três pertencem ao Algarve, segundo a DGS que atualizou, esta sexta-feira, os dados relativos aos munícipios.

Dos quatro concelhos que estão no nível de risco mais elevado, mais de 960 casos por 100 mil habitantes, só Sines, que regista uma incidência de 1.364, não fica na região mais a sul de Portugal Continental, ao contrário de Portimão (1.130), Albufeira (1.100) e Loulé (993).

Sublinhe-se que na semana passada eram sete os concelhos no nível máximo de risco, baixaram de nível Lagos (932), São Brás de Alportel (954) e Pedrógão Grande (673).

No patamar anterior,ou seja com mais de 480 casos por 100 mil habitantes, estão agora 32 municípios, na semana passada eram 43, destaque para os concelhos de Lisboa e Porto, que embora se mantenham num nível de risco elevado, assitiram ambos a uma queda na incidência, a capital passou de 840 para 750 e a Invicta de 871 para 823.

Consulte o boletim da DGS com dados atualizados dos concelhos.