Economia

Vendas a retalho aceleram na zona euro e UE em junho

No caso de Portugal, o indicador acelerou 7,5% na variação homóloga e recuou 1,6% face a maio.


O volume do comércio a retalho acelerou, em junho, na zona euro e na União Europeia (UE), de acordo com os dados divulgados esta quarta-feira pelo Eurostat.

Em comparação com o mesmo mês do ano passado, o índice de vendas a retalho, ajustado sazonalmente, aumentou 5% na zona euro e 5,3% na UE.

Já face a maio deste ano, as vendas a retalho aumentaram 1,5% na zona euro e 1,2% na UE.

Segundo o gabinete estatístico europeu, em termos anuais, entre os Estados-membros para os quais existem dados disponíveis, os maiores aumentos foram registados na Bulgária (22,7%), Lituânia (15,3%) e Eslovénia (12,8%). A única diminuição foi verificada no Luxemburgo (-3,2%).

Por sua vez, os maiores aumentos mensais foram observados na Irlanda (9,4%), Alemanha, Letónia (ambos 4,2%) e Lituânia (2,0%).

Os maiores recuos na variação em cadeia foram registados em Malta (-3,0%), Áustria (-2,7%) e Croácia (-2,6%).

No caso de Portugal, o indicador acelerou 7,5% na variação homóloga e recuou 1,6% face a maio.