Economia

Tribunal de Castelo Branco declara insolvência da empresa Dielmar

Insolvência foi pedida pela empresa, com mais de 300 trabalhadores, ao fim de 56 anos de atividade.


O Juízo de Comércio do Fundão, do Tribunal Judicial da Comarca de Castelo Branco, declarou a insolvência da Sociedade Industrial de Confeções Dielmar, S.A, que tinha sido requerida pela empresa.

O pedido de insolvência tinha sido apresentado pela Dielmar, na segunda-feira, ao fim de 56 anos de atividade.

A administração da empresa, com mais de 300 trabalhadores, justificou o pedido de insolvência com a pandemia de covid-19.

O tribunal, que publicou a declaração na terça-feira, nomeou para administrador da insolvência João Francisco Baptista de Maurício, segundo o documento da decisão, a que a agência Lusa teve acesso.

A juíza Laura Abriel fixou o prazo para a reclamação de créditos em 30 dias e designou a data de 26 de outubro para a realização da reunião de assembleia de credores de apreciação do relatório.