Sociedade

Número de internamentos por covid-19 desce pelo quinto dia consecutivo

À semelhança de sexta-feira, Lisboa e Vale do Tejo regista o maior número de mortes e infeções diárias.


Portugal registou, nas últimas 24 horas, 2.621 casos do novo coronavírus e 17 óbitos, de acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), divulgado este sábado. O número de internamentos voltou a registar uma queda significativa pelo quinto dia consecutivo. À semelhança de sexta-feira, Lisboa e Vale do Tejo regista o maior número de mortes e infeções diárias.

Lisboa e Vale do Tejo registou 1.075 casos de SARS-CoV-2 nas últimas 24 horas. Segue-se o Norte com 878, o Centro com 216, o Algarve com 215 e o Alentejo com 127. No arquipélago da Madeira houve mais 37 casos e no dos Açores 73.

A região que engloba a Grande Lisboa foi também a mais afetada no que diz respeito ao número de óbitos, tendo registado 9 das 17 vítimas mortais. No Norte ocorreram quatro mortes, no Alentejo duas e no Centro e Algarve uma.

O rácio de transmissibilidade (RT) e a incidência de novos casos não são atualizados ao sábado, pelo que se mantêm os valores revelados no boletim de sexta-feira. Portugal tem uma incidência de 362,7 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias, e Portugal continental de 369,2. Já o RT situa-se nos 0,92 em ambos os casos.

O número de internamentos voltou a descer pelo quinto dia consecutivo. O relatório deste sábado dá conta de menos 28 pessoas internadas com covid-19 nos hospitais portugueses, diminuindo o número total para 838. Em Unidades de Cuidados Intensivos há 186 pessoas, menos oito do que ontem.

Portugal registou, desde o início da pandemia, 984.985 casos de SARS-CoV-2, 44.018 dos quais permanecem ativos – menos 628 – e 17.457 não resistiram. Nas últimas 24 horas, 3.232 pessoas recuperaram da doença, elevando o total para 923.510. Atualmente, as autoridades de saúde têm 63.393 contactos em vigilância, menos 4.019.

Veja aqui o boletim da íntegra.