Sociedade

Polícia Marítima põe fim a "evento musical" com cerca de 80 pessoas em Cascais

Evento decorria no "interior de um estabelecimento, com várias pessoas na pista de dança, o que, de acordo com a lei em vigor para a contenção da pandemia, não está permitido".


A Polícia Marítima de Cascais encerrou, na quinta-feira, pelas 23h30, um estabelecimento na praia da Parede, em Cascais, “onde se realizava um evento musical com cerca de 80 pessoas”.

Em comunicado, este sábado divulgado, a autoridade explica que “na sequência de várias denúncias que davam conta da realização de eventos noturnos naquela área, os elementos do Comando-local da Polícia Marítima de Cascais efetuaram uma ação de patrulhamento na qual constataram que se encontrava a decorrer um evento musical no interior de um estabelecimento, com várias pessoas na pista de dança, o que, de acordo com a lei em vigor para a contenção da pandemia, não está permitido”.

O estabelecimento em causa também não possuía licença especial de ruído, “pelo que não podia desenvolver a atividade que estava a decorrer no local”.

Foi pedido às cerca de 80 pessoas presentes que dispersassem do local, “recomendações essas que foram prontamente acatadas”. O responsável pelo estabelecimento foi identificado e elaborado o respetivo auto de notícia.