Opiniao

Efemérides de 12 de Agosto


1816 D. João VI (1767-1826) de Portugal (que reinou de 1816 a 26, Regente desde 1792 quando D. Maria I sua mãe foi declarada medicamente incapaz) criou há 205 anos a Escola de Belas-Artes.

1927 Revolta infrutífera dos Fifis, há 94 anos, contra a ditadura nacional: o capitão-de-fragata Filomeno da Câmara de Melo Cabral e o dr. Fidelino de Sousa Figueiredo tentam derrubar o governo português, porém sem sucesso.

1963 Oliveira Salazar reafirmou publicamente há 58 anos a determinação de manter “o bastião em África”, duas semanas depois da condenação do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

1975 Foi apresentado há 46 anos o “Documento do COPCON”, por oposição ao “Documento dos Nove”, que reforçava o papel político das Assembleias Populares – em pleno Verão Quente.

1982 Foi aprovada uma revisão constitucional que instituiu no texto legislativo a qualificação da República Portuguesa como um Estado de Direito, que estava apenas consagrado no Preâmbulo, há 39 anos.

1984 O atleta português Carlos Lopes, então com 37 anos, conquistou a Medalha de Ouro na Maratona olímpica de Los Angeles, EUA, há 37 anos.

2000 Afundou-se há 21 anos o submarino nuclear russo Kursk, que estava em exercício no Mar de Barents, com a morte de toda a tripulação constituída por 117 homens, perante a consternação mundial e a recusa em tempo útil de ajudas por parte de Moscovo.

2001 Luís Miguel Militão Guerreiro, condenado no Brasil, ordenou o assassínio há 10 anos de seis empresários portugueses, que por ele tinham ido ali de férias, para os roubar.

2010 Entrou em vigor há 11 anos a lei que obrigou o pão português a conter menos sal.

2020 A Europa lutava há 1 ano contra um novo surto de COVID-19, com a Alemanha, a França e Espanha a divulgarem os seus maiores números totais diários de infecção em três meses.