Sociedade

MP abre inquérito por difamação contra juiz negacionista após queixa de Ferro Rodrigues

PGR confirmou abertura de inquérito. 


O Ministério Público (MP) abriu um inquérito por difamação contra o juiz Rui Fonseca e Castro, na sequência de uma queixa apresentada pelo presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues.

A informação foi confirmada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) ao Correio da Manhã e ao site Notícias ao Minuto. O inquérito será conduzido pelo Ministério Público do Tribunal da Relação de Lisboa.

Recorde-se que em causa está uma publicação do magistrado, conhecido pela sua posição negacionista em relação à covid-19, nas redes sociais e na qual chamava Ferro Rodrigues de “pedófilo”.

Sublinhe-se que Rui Fonseca e Castro, fundador do movimento ‘Juristas pela Verdade, foi suspenso de funções pelo Conselho Superior de Magistratura devido a um processo disciplinar pelas suas posições negacionistas sobre o uso de máscara e confinamento no âmbito da pandemia.