Vida

Estrela de música da Malásia morre de covid-19 após dar à luz

Deixa quatro filhos.


Siti Sarah Raissuddin, conhecida cantora da Malásia, morreu esta terça-feira devido à covid-19 após dar à luz o quarto filho.

Segundo a imprensa internacional, a cantora, de 36 anos, estava grávida de oito meses e, após testar positivo para o novo coronavírus, acabou por ficar com os níveis de oxigénio muito baixos e foi hospitalizada. A estrela malaia teve de ser colocada em coma e submetida a uma cesariana para salvar o bebé. Contudo, poucos dias depois do nascimento da criança, Siti acabou por morrer.

O marido, o comediante Shuib Sepahtu, contou que ainda conseguiu fazer uma videochamada para se despedir, juntamente com os filhos.

“Com a ajuda das enfermeiras e do médico, consegui fazer a videochamada e essa foi a última vez que os meus filhos e eu a vimos enquanto ela ainda estava viva", disse. "Vi lágrimas a escorrer pelo seu rosto, como se ela entendesse o que estávamos a dizer-lhe. Fui ao hospital depois, mas não tive permissão para vê-la”, desabafou.

A artista tinha confirmado há cerca de duas semanas, nas redes sociais, que ela e a família estavam infetados com o novo coronavírus.

Além de mensagens de fãs e várias figuras públicas, também o rei e a rainha da Malásia expressaram as suas condolências à família de Siti, que deixa, além do bebé, um filho de 10 anos, uma filha de oito e um de seis.