Sociedade

Português morto em Luanda por segurança da empresa onde trabalhava

Era o primeiro dia de trabalho do segurança na empresa.


Um cidadão português morreu em Luanda, após ter sido baleado, alegadamente de forma acidental, pelo segurança da empresa onde trabalhava, segundo fonte da polícia angolana, citada pela agência Lusa.

O incidente ocorreu na quinta-feira no bairro Kifica, distrito urbano de Benfica. O segurança que terá disparado o tiro foi detido e está a ser ouvido pelo Ministério Público.

"É um segurança admitido na empresa e era o primeiro dia de emprego, não sei se havia inexperiência, mas tudo indica que foi um acidente", referiu o porta-voz da polícia em Luanda.

As autoridades adiantaram que a explicação do seguraça foi a de que “depois de render o colega, começou a trabalhar e a dada altura entendeu que devia inspecionar a arma que, por azar, disparou".

Neste momento, a polícia ainda está a proceder à recolha de provas no local.