Desporto

Estão de volta as principais ligas europeias

Da Alemanha à Espanha, passando por  Inglaterra, a temporada 2021/22 arranca um pouco por toda a Europa neste fim de semana.


Se é certo que a liga portuguesa e a liga francesa já estão em andamento, e que os adeptos italianos terão de esperar até dia 21 para poder ver as suas equipas favoritas em campo, este fim de semana marca, ainda assim, o arranque da maioria das principais ligas europeias de futebol. É o caso da Premier League, em Inglaterra, da La Liga, em Espanha, e da Bundesliga, na Alemanha, as casas das principais equipas do velho continente, que dão agora início a uma nova série de jogos, onde os campeões tentarão revalidar os seus títulos, e onde os vencidos procurarão a redenção face à temporada anterior.

Em Inglaterra, naquela que muitos consideram a liga de futebol mais competitiva do mundo, o Brentford – que subiu à primeira divisão inglesa nesta época – tem logo um teste difícil duelo na sua estreia, indo medir forças com o Arsenal de Mikel Arteta. Ainda que os gunners não tenham feito a melhor época da sua história, longe disso, findando no oitavo lugar, não se pode esquecer o louvável trajeto nos campeonatos europeus: o Arsenal passou a fase de grupos da Liga Europa com seis vitórias, acabando eliminado nas meias-finais, frente ao Villareal, que acabaria por vencer a competição. O mesmo Villareal que deu luta na Supertaça europeia, frente ao Chelsea, levando o jogo para prolongamento, e caindo unicamente nas grandes penalidades. No entanto, os gunners foram derrotados pelo Tottenham por 1-0 no último jogo da pré-época.

O Brentford, por sua vez, vem de conquistar a subida nos play-offs do Championship, ao fim de sete anos seguidos na segunda divisão inglesa, e chega ao encontro frente ao Arsenal com a moral em alta, depois de ter batido os espanhóis do Valência por 2-1, e de ter empatado com o Manchester United a duas bolas, ambos jogos de preparação para a nova temporada.

O maior jogo da primeira jornada inglesa, no entanto, será o confronto entre o Tottenham de Nuno Espírito Santo, que se estreia aos comandos dos spurs, e o Manchester City, emblema que foi campeão na época anterior, onde jogam Rúben Dias, João Cancelo e Bernardo Silva.

La liga sem Messi A liga espanhola arranca também neste fim de semana, e o clima no país vizinho está tenso, por vários motivos. Primeiro, esta será a primeira temporada em mais de 17 anos onde o FC Barcelona não contará com a sua maior estrela, o argentino Lionel Messi, que assinou recentemente contrato com o PSG. Alegria para uns, tristeza para outros. Mas a tensão no ar está também relacionada com o polémico acordo entre a La Liga e o fundo CVC, que o Real Madrid e o FC Barcelona criticaram, com os merengues a ameaçar mesmo com uma ação legal contra o organismo presidido por Javier Tebas.

Mas, como é no campo que se joga a liga, o importante é olhar para os primeiros jogos da temporada. O arranque oficial é já hoje, com a partida entre Valência e Getafe, no Estádio de Mestalla.

O Real Madrid vai até ao País Basco, no sábado, para enfrentar o Deportivo Alavés, e, no domingo, o FC Barcelona recebe a Real Sociedad, que fechou a temporada anterior no quinto lugar da tabela classificativa.

O Atlético de Madrid de João Félix, campeão em título espanhol, vai viajar até à Galiza, onde enfrentará o Celta de Vigo.

Bayern ao ataque O Bayern de Munique venceu praticamente tudo o que tinha para vencer em 2020 (campeonato alemão, Mundial de Clubes da FIFA, Liga dos Campeões, Supertaça Europeia, Taça e Supertaça da Alemanha), mantém o estatuto de uma das equipas mais poderosas e temíveis do futebol europeu. 

A pré-época, no entanto, não foi a mais auspiciosa para os bávaros, que perderam por 3-0 frente ao Nápoles no último teste antes do arranque da temporada, e por 2-0 com o Borussia Monchengladbach, precisamente a equipa contra quem vão jogar, hoje, a primeira jornada da liga alemã.