Internacional

"Conseguimos uma vitória que não era esperada". Talibãs declaram fim da guerra no Afeganistão

Há milhares de pessoas nos aeroportos a tentar fugir do país, apesar do cancelamento da maioria dos voos comerciais e das restrições.


O mullah Baradar Akhund, chefe do gabinete político dos rebeldes no Qatar, anunciou o fim da guerra no Afeganistão. A notícia surge após a fuga do Presidente Ashraf Ghani e a captura de Cabul, no domingo.

"Conseguimos uma vitória que não era esperada (...), devemos mostrar humildade perante Alá", disse numa mensagem de vídeo, citado pela agência Efe.

"Trata-se agora de como servimos e protegemos o nosso povo, e como asseguramos o seu futuro, para lhe proporcionarmos uma boa vida da melhor forma possível", acrescentou.

O Afeganistão acordou, esta segunda-feira, sob o olhar atento dos insurgentes, que patrulham as ruas e controlam a circulação.

Atualmente há milhares de pessoas nos aeroportos a tentar fugir do país, apesar do cancelamento da maioria dos voos comerciais e das restrições.