Desporto

"Menos conversa e mais ação". Cristiano Ronaldo quebra silêncio sobre rumores de eventual transferência

Numa publicação no Instagram, o capitão da seleção portuguesa considerou um “desrespeito” ver o seu nome ligado a vários clubes. Ainda hoje, o jogador esteve associado ao Real Madrid. Em Espanha, os órgãos de comunicação social avançaram com várias notícias, ao indicar que o treinador Carlo Ancelotti tinha ligado ao jogador a pedir o seu regresso.


Depois de vários rumores que apontavam a saída de Cristiano Ronaldo da Juventus para clubes como Real Madrid, PSG ou Manchester City, o CR7 recorreu, esta terça-feira, às redes sociais para esclarecer todas as dúvidas dos seguidores do mundo futebolístico.

Numa publicação no Instagram, o capitão da seleção portuguesa considerou um “desrespeito” ver o seu nome ligado a vários clubes.

Ainda hoje, o jogador esteve associado ao Real Madrid. Em Espanha, os órgãos de comunicação social avançaram com várias notícias, ao indicar que o treinador Carlo Ancelotti tinha ligado ao jogador a pedir o seu regresso.

"Todos os que me conhecem, sabem o quão focado sou no meu trabalho. Menos conversa e mais ação têm sido o meu mote desde o início da minha carreira. Contudo, face a tudo o que tem sido dito e escrito recentemente, tenho de dar a minha posição. Mais do que um desrespeito para comigo enquanto homem e jogador, a forma fútil como o meu futuro ter sido abordado pela imprensa é um desrespeito para todos os clubes envolvidos nesses rumores, mas também aos jogadores e equipas técnicas", começou por dizer Cristiano Ronaldo.

O avançado português, que trocou o Real Madrid pela Juventus em 2018 após nove épocas nos ‘merengues’, afirmou que a história no clube espanhol “já foi escrita” e que continua focado em dar o seu melhor em Itália. Note-se que CR7 tem contrato assinado com Juventus até julho de 2022.

"A minha história no Real Madrid foi escrita. Foi gravada em números e palavras, em troféus e títulos, em recordes e manchetes. No Museu do Bernabéu e também na mente de todos os adeptos do clube. E para lá de tudo o que atingi, lembro que sempre tive, ao longo desses nove anos, uma relação de afeto profundo e de respeito para com a 'afición merengue'. Estou a quebrar o meu silêncio apenas para dizer que não vou permitir que as pessoas continuem a brincar com o meu nome. Continuo focado na minha carreira e no meu trabalho, comprometido e preparado para todos os desafios que tenho pela frente. O resto? O resto é só conversa", rematou.