Sociedade

Incêndio em Odemira continua a ser combatido por mais de 670 operacionais

Fogo já chegou a Monchique, no Algarve.


O fogo que esta quarta-feira deflagrou no concelho de Odemira, distrito de Beja, e se estendeu à zona de Monchique, no Algarve, começa a “ceder ao combate”, mas a Proteção Civil prevê “muitas horas” de trabalho pela frente.

“O resultado do trabalho dos mais de 600 operacionais no terreno começa a ver-se", com o fogo a "começar a ceder ao combate", mas "ainda há muitas horas de trabalho pela frente", "com pontos sensíveis e locais onde não é possível atuar", disse o comandante Pedro Araújo, da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), em declarações à agência Lusa, esta quinta-feira.

Segundo a mesma fonte, os bombeiros estão a trabalhar para que o fogo não entre no concelho de Silves. O incêndio, que tem duas frentes ativas, já obrigou a deslocar 17 pessoas nos três concelhos.

De acordo com o site oficial da Proteção Civil, pelas 08h20 encontravam-se no terreno 674 operacionais, apoiados por 234 viaturas terrestres e um meio aéreo.