Sociedade

PJ detém homem que tentou violar sexagenária durante assalto

Vítima abriu a porta da sua residência ao agressor, pensando tratar-se de um familiar. O homem tem um “vasto passado criminal”, tendo sido já condenado pela prática de crimes graves.

 


Um homem, de 37 anos, foi detido por “existirem fortes indícios da prática do crime de violação agravada, na forma tentada, e do crime de roubo agravado”, anunciou, este sábado, a Polícia Judiciária (PJ), através da Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo. O crime ocorreu na noite de quarta-feira.

Segundo a PJ, a vítima, uma mulher de 66 anos, “franqueou a porta da sua residência ao abusador sexual, pensando tratar-se de um familiar, e este irrompeu pelo domicílio com recurso ao uso da força física”.

Já dentro da residência da vítima, “o suspeito atacou-a com violência”. A mulher conseguiu evitar a consumação do crime de violação ao se refugir debaixo da cama e gritar por ajuda.

“O suspeito veio então a abandonar o local, em fuga, não sem antes se apropriar de dinheiro e do telemóvel da vítima”, acrescenta a nota.

O homem tem um “vasto passado criminal”, tendo sido já condenado pela prática de crimes graves, “inclusivamente de violação, tendo sido sujeito a uma pena de prisão efetiva de 16 anos”.

Após ser presente a tribunal, foi-lhe aplicada a medida de coação de prisão preventiva.