Internacional

Sete afegãos morrem esmagados no aeroporto de Cabul

Milhares de afegãos têm-se reunido no aeroporto internacional de Cabul, numa tentativa de fugir aos talibã.


Sete civis afegãos morreram esmagados perto do aeroporto internacional de Cabul enquanto tentavam fugir do país. A informação foi revelada, este domingo, pelo Ministério da Defesa do Reino Unido.

“Os nossos pensamentos estão com as famílias dos sete afegãos civis que morreram nas multidões em Cabul. As condições do terreno continuam extremamente desafiadoras, mas estamos a fazer tudo o que é possível para gerir a situação da forma mais segura”, afirmou um porta-voz.

Recorde-se que milhares de afegãos têm-se reunido no aeroporto internacional de Cabul, numa tentativa de fugir aos talibãs, que há uma semana reconquistaram o poder do país.

Desde 14 de agosto, os Estados Unidos da América já retiraram cerca de 17 mil pessoas do país, incluindo 2.500 cidadãos norte-americanos, revelou, no sábado, o subdiretor de logística do Estado-Maior das Forças Armadas dos EUA, general Hank Taylor. Só nas últimas 24 horas, de 3.800 pessoas foram transportadas em 38 voos.

No sábado, a Embaixada dos Estados Unidos no Afeganistão instou os cidadãos norte-americanos no Afeganistão a evitar deslocar-se ao aeroporto de Cabul, devido a "potenciais ameaças à segurança".

"Aconselhamos os cidadãos americanos a não viajarem para o aeroporto e a evitarem os portões do aeroporto neste momento, a menos que recebam instruções individuais de um funcionário do governo dos EUA", lê-se numa nota publicada no site da embaixada.