Sociedade

Internamentos por covid-19 aumentam depois de cinco dias a diminuir

O número de internados aumentou, depois de cinco dias consecutivos a descer. Norte volta a ser a região com mais novos casos e Lisboa e Vale do Tejo regista mais de metade dos óbitos.


Portugal registou, nas últimas 24 horas, 2.112 casos do novo coronavírus e nove vítimas mortais, de acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), divulgado este domingo. O número de internados aumentou, depois de cinco dias consecutivos a descer. Norte volta a ser a região com mais novos casos e Lisboa e Vale do Tejo regista mais de metade dos óbitos.

A região Norte registou 802 novos casos. Segue-se Lisboa e Vale do Tejo com 657 novas infeções, o Centro com 309, o Algarve com 198 e o Alentejo com 62. O arquipélago dos Açores registou 26 novas infeções e o da Madeira 58.

O rácio de transmissibilidade (RT) e a taxa de incidência não são atualizados ao domingo, pelo que se mantêm os valores indicados na atualização de sexta-feira. Portugal tem uma incidência de 312,3 casos por 100 mil habitantes e quando considerado apenas o território nacional o valor é de 316,6. Em ambos os casos o RT é de 0,98.

Cinco das nove vítimas mortais nas últimas 24 horas ocorreram em Lisboa e Vale do Tejo. Há ainda a registar duas mortes no Norte, uma no Centro e outra no Algarve.

O número de internamentos subiu depois de cinco dias consecutivos a descer. Há agora 708 pessoas com sintomas da covid-19 internadas nos hospitais portugueses, mais 27 do que ontem. Em UCI há 152 doentes, mais sete.

Portugal registou, desde o início da pandemia, 100.019.420 casos de SARS-CoV-2, 45.465 dos quais permanecem ativos – mais 877 do que ontem –, e 17.639 não resistiram. Nas últimas 24 horas, 1.226 pessoas recuperaram da doença, elevando o total para 956.316. Atualmente, as autoridades de saúde têm 50.355 contactos em vigilância, menos 283.

Veja aqui o boletim da íntegra.