Vida

Rainha Isabel II prepara "equipa de advogados" para ripostar acusações de Harry

Em causa está o lançamento de um livro de memórias da vida do príncipe Harry. Segundo o próprio, será um “um testemunho rigoroso e totalmente verdadeiro”. Segundo uma fonte do Palácio de Buckingham, "há um limite para o que pode ser aceite e a Rainha e a Família Real já foram levados ao limite".


A Rainha Isabell II terá pedido aos seus assessores do Palácio de Buckingham para reunir uma equipa de advogados para ripostar as acusações do príncipe Harry. Em causa está o lançamento de um livro de memórias “rigoroso e totalmente verdadeiro” escrito pelo neto.

A informação é avançada por uma fonte do Palácio, ao jornal britânico The Sun, que afirma que a rainha, de 95 anos, está “exasperada com os repetidos ataques”.

“O sentimento vindo de cima é que já chega. Há um limite para o que pode ser aceite e a Rainha e a Família Real já foram levados ao limite”, contou. “Eles estão a reunir uma equipa de advogados. O Harry e a Meghan vão ser avisados e saberão que ataques repetidos não serão tolerados”, acrescentou.

Segundo a fonte, os advogados da realeza estão a entrar em contacto com firmas especializadas em privacidade e difamação.

“Se alguém for nomeado no livro ou acusado de alguma coisa diretamente, isso pode ser difamação e infringir o direito à vida privada. Seria irónico se o Harry e a Meghan fossem acusados de violar a privacidade de alguém, tendo em conta a sua posição no assunto”, afirmou.

A editora Random House, responsável pela publicação do livro, será formalmente avisada dos planos da realeza e a família real irá pedir uma cópia prévia do livro.