Economia

Privados. Governo sublinha aumento da população empregada

O setor das atividades financeiras e de seguros (+38%) e das atividades de informação e comunicação (+27,5%) foram, em termos homólogos, aqueles em que se verificaram maiores aumentos. 


O Governo chamou a atenção para o aumento da população empregada no setor privado entre 2020 e 2021. Em comunicado conjunto, os Ministérios do Trabalho, da Economia e da Administração Pública dizem que a população empregada no privado cresceu em 160 mil pessoas nesse período.

“O contributo do emprego público (setor da administração pública e defesa; segurança social obrigatória) para o aumento total de 208,9 mil pessoas foi de 49 mil pessoas. Ou seja, considerando apenas o setor privado, o aumento da população empregada foi de 159,6 mil pessoas”.

O setor das atividades financeiras e de seguros (+38%) e das atividades de informação e comunicação (+27,5%) foram, em termos homólogos, aqueles em que se verificaram maiores aumentos e cuja variação do emprego corresponde, no cômputo geral, a 35,7% do crescimento agregado do emprego observado entre o 2.º trimestre de 2020 e o 2.º trimestre de 2021. 

Para o Governo não há dúvidas: “A evolução do emprego registada no segundo trimestre de 2021, em que se atingiu a população empregada mais elevada desde 2011, mostra a capacidade coletiva de resposta à crise provocada pela pandemia e é um sinal de vitalidade da economia”.